Hábito

um hábito é a repetição repetida de um comportamento, que se repete sistematicamente formando parte da própria vida de quem o ostenta. Os hábitos não são herdados, não requerem o uso do raciocínio e são aprendidos por exercício, já que ninguém nasce com um hábito.

tanto os vícios como as virtudes são hábitos segundo a ética aristotélica, já que da escolha de nossos comportamentos habituais dependerá nossa atitude frente à vida.

as pessoas interagem com o meio que nos rodeia, modelando continuamente a nossa forma de agir e de ser na comunidade.

nossa pessoa é transformada pela influência do trabalho, da família, da Escola, Dos amigos, do estilo de vida, fatores todos que constroem nossa identidade e escala de valores.

esse conjunto de crenças e valores nos posicionam com uma determinada atitude frente às circunstâncias da vida e definem o papel ou a posição que ocuparemos na sociedade.

as experiências, sentimentos, ideias, valores e vivências significativas dão estrutura aos hábitos de cada sujeito, razão pela qual estes não são inatos, mas adquiridos e podem converter-se em necessidades que nos levam a executar ações mecanizadas, como o fumo.

todos os seres humanos têm uma série de hábitos arraigados que têm grande influência em nossas vidas, sendo os determinantes de nossos sucessos e fracassos.

muitas de nossas condutas recorrentes são inconscientes e exigirão um trabalho de introspecção para vislumbrá-las. A observação delas é importante para identificar os comportamentos negativos que incorporamos a fim de eliminá-los em caso de necessidade.

os bons hábitos se qualificam assim porque estão dirigidos a uma melhora da qualidade de vida da pessoa, em função da satisfação ou a felicidade que gerem, como o hábito de fazer exercício, de se higienizar, de estar informado, de praticar um esporte, de se educar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.